Governo promete resposta sobre Data-Base e gratificações

Governo promete resposta sobre Data-Base e gratificações

Em reunião de negociação na tarde dessa quinta-feira (9) com a direção do SINTESPE, o secretário de Administração do Estado, Vanio Boing, assumiu o compromisso de  apresentar uma resposta sobre alguns pontos da pauta de reivindicações da categoria até o final do mês.

Após nova entrega da pauta, a presidenta do SINTESPE chamou a atenção do secretário sobre a falta de reajuste salarial há anos, as necessidades urgentes de atualizar a “tabela salarial da vergonha”, de realizar concurso público e de equiparar as gratificações. São em torno de dez mil servidores que, apesar de terem funções equivalentes em determinados órgãos, não recebem a segunda gratificação e sofrem com uma discriminação salarial nunca antes vista. “A equiparação das gratificações é a prioridade das prioridades para o Sintespe”, completou, solicitando atenção especial sobre esse tema.

Boing disse reconhecer essa diferença e vai levar essa reivindicação para o governador na próxima semana. Ele garantiu o pagamento integral do vale-alimentação de R$ 25 a partir de novembro e que o governo tem a intenção de conceder reajuste salarial para todas as categorias, porém não indicou quando.
O secretário alegou que o Estado não tem dinheiro para gastar além do que está previsto no orçamento deste ano e que a extensão da segunda gratificação traria um impacto de R$ 450 mil aos cofres do Estado. Porém, o governo parece não ver problema em conceder isenções fiscais que totalizam mais de R$ 20 bilhões a grandes empresários. “O servidor não é gasto. Somos um investimento que o Estado faz no serviço público”, respondeu Marlete.

Reformulação da Tabela

A direção do Sintespe apresentou uma nova proposta de tabela salarial para os servidores das secretarias, autarquias e fundações. O atual piso de R$ 820 que reflete, inclusive, nos adicionais de graduação, pós graduação, periculosidade e outros, é ilegal por ser menor que o salário mínimo. Desde 2012 sem receber reajuste, a defasagem nos salários da categoria chega a 99%, por isso a tabela proposta parte do valor de R$ 1622, equivalente à aplicada na Secretaria da Saúde.

Concurso Público

A necessidade de novos concursos públicos para contratação de servidores efetivos foi outro tema discutido na reunião. Apesar de estar na pauta, a reivindicação não é prioridade para o governo. Porém o sindicato reafirmou a necessidade e importância do Concurso pois em todos os órgãos existe uma grande carência de servidores.

Reposiçao para Aposentados e Pensionista sem Paridade
O Sintespe também destacou a necessidade de reposição inflacionária de 2,58% dos aposentados e pensionistas sem paridade. O Secretário afirmou que será regularizada neste mês de maio, com valor retroativo ao mês de janeiro.
Outros pontos como a adoção de adicionais de graduação para cargos de nível médio, um plano de cargos e salários digno, além do fim do confisco também foram abordados e devem voltar ao debate no próximo encontro.
Confira, abaixo, o documento entregue.  

Assembleia Geral

Uma nova reunião de negociação deve ser marcada até o final deste mês de maio e a categoria precisa estar unida e organizada junto ao Sindicato para continuar a luta por direitos. Por isso a direção do Sintespe reforça a importância da participação de representantes de todos os locais de trabalho na Assembleia do dia 16 de maio, às 14 horas, na Sede em Florianópolis. Como de costume, será disponibilizado transporte para todos os sindicalizados das outras regiões do Estado, assim como pode ser emitida declaração de participação a quem necessitar.

Participe!

CLIQUE AQUI PARA VER A PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2024