Piso Salarial Estadual passa para R$ 957,00

Os trabalhadores de Santa Catarina já sabem os valores do Piso Salarial, a partir de 1º de janeiro de 2014. A Assembleia Legislativa aprovou ontem (18) o Projeto de Lei 52/2013 que reajusta as quatro faixas salariais em 9,27%, em média. Os 30 deputados presentes à sessão foram favoráveis ao Projeto, que agora segue para sanção do governo do estado. O Piso Estadual obteve ganho real médio de 3,37%, diante de uma inflação estimada em 5,29%, segundo o Dieese/SC. A partir de agora, os técnicos em saúde passam a integrar a quarta faixa salarial do Piso, que passou de R$ 875,00 para R$ 957,00, com 9,37% de reajuste. No início da tarde, antes de ir â votação no plenário geral, o Projeto de Lei foi aprovado nas comissões de Justiça e do Trabalho. Representantes das centrais sindicais e federações fizeram pressão nas galerias dos dois plenários.

Etapa vencida

“Pela primeira vez, conseguimos negociar o piso estadual em dezembro, para entrar em vigor em janeiro, junto com o reajuste do salário mínimo nacional”, destacou o diretor técnico do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócioeconômicos), Ivo Castanheira, que considera o piso estadual uma das maiores conquistas do movimento sindical para Santa Catarina. “A união das centrais e federações ajudou muito “. Castanheira lembra que, nos outros estados do Sul, os governadores já sancionaram a Lei do Piso Estadual antes da data-base, e pressiona: “Agora, a sanção da Lei é do interesse do governador”. O diretor sindical do Dieese observa que desde 2010, quando foi instituído, o Piso é referência para as demais categorias de trabalhadores de Santa Catarina, “inclusive para o servidor público municipal”.

O presidente da CUT, Neudi Giachini, comemorou o resultado da votação na Assembleia Legislativa. “Os trabalhadores já sabem, no Natal, o que irão ganhar no ano novo”.  Neudi defende a campanha de abaixo-assinado em apoio ao projeto de iniciativa popular pelo reajuste automático do piso salarial estadual, sem a necessidade de negociação com a federação patronal e com o governo do estado. Para que isso aconteça, o movimento sindical precisa coletar as assinaturas de pelo menos 60 mil eleitores catarinenses – até o momento, foram coletadas aproximadamente 50 mil assinaturas.

O secretário geral da Fetiesc (Federação dos Trabalhadores de Santa Catarina), Landivo Fischer, destacou a importância do reajuste do Piso Estadual na data-base. “Todas as empresas já sabem quais os valores que têm que repassar aos trabalhadores, em 1º de janeiro, não têm por que esperar”. Já o assessor de Formação da Fetiesc, professor Sabino Bussanello, valorizou “a iniciativa da Federação em participar ativamente da luta pelo Piso Salarial Estadual”.

Novos valores

Os valores e os percentuais de reajuste do Piso Salarial Estadual, a partir de 1º de janeiro de 2014, são os seguintes:

2013                     2014                   Reajuste

R$ 765,00            R$ 835,00            9,15%

R$ 793,00            R$ 867,00            9,33%

R$ 835,00            R$ 912,00            9,22%

R$ 875,00            R$ 957,00            9,37%


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *