Ouvidoria SINTESPE: em defesa dos servidores!

Ouvidoria SINTESPE: em defesa dos servidores!

O SINTESPE está lançando uma nova ferramenta para garantir a apuração de irregularidades no serviço público estadual. Agora os servidores e servidoras podem enviar seu relato, fotos, áudios e vídeos de forma anônima!

 

Situações irregulares nos diversos órgãos do serviço público estadual são recorrentes. Condições de risco, falta de equipamentos de proteção, instalações inadequadas e assédio moral, são algumas das queixas que sempre chegam ao conhecimento do sindicato historicamente e necessitam de apuração e, em muitos casos, atuação política, administrativa e jurídica. 

Com a pandemia, muitos desses problemas se multiplicaram, como casos de trabalhadores de grupo de risco que são obrigados a continuar prestando serviço, muitas vezes em funções incompatíveis com os cuidados necessários. Não raramente, os problemas deixam de ser reportados pela insegurança que os servidores e servidoras sentem de denunciar as irregularidades, temendo represália de suas chefias imediatas, de colegas ou da própria administração.

A partir de hoje, os trabalhadores o serviço público estadual de Santa Catarina podem contar com uma nova ferramenta disponibilizada na página do Sindicato, que permite o envio de denúncias de forma simples e totalmente anônima diretamente ao corpo dirigente. “Dessa forma, esperamos incentivar que as pessoas que estejam enfrentando esses problemas se sintam seguras para enviar a denúncia, inclusive anexando arquivos como fotografias, áudios e vídeos” – diz Rodrigo Souza, Secretário de Comunicação do SINTESPE, que acompanhou de perto o desenvolvimento da ferramenta. “Ela será analisada pelos dirigentes com todo o cuidado e, quando confirmada, as devidas providências poderão ser tomadas sem a necessidade de envolvimento direto do trabalhador ou trabalhadora no processo”, complementa.

 

Confira abaixo como utilizar a ouvidora: 

Acesse aqui a Ouvidoria do SINTESPE: https://sintespe.org.br/ouvidoria/

Atenção: Por estar em fase experimental, podem ocorrer instabilidades na ferramenta. Caso isso ocorra, entre em contato com o Sindicato para reportar o ocorrido pelo telefone (48) 99833-3355 ou pelo e-mail rodrigo@sintespe.org.br