Mobilização dos Analistas Técnicos em Gestão Educacional assegurou negociação com o governo para março

Com a mobilização dos servidores e a pressão do sindicato, foi possível arrancar do governo do estado, o compromisso, em documento assinado pelo coordenador executivo do CONER de retorno a mesa de negociação no mês de março, para dar solução à situação dos Analistas Técnicos da Educação. Em protocolo de intenções a CONER assegurou que neste período irá realizar estudos técnicos acerca da extensão da gratificação aos servidores do quadro civil da Educação, lotados nas unidades escolares. Além disso, será constituído um grupo de trabalho, com a participação de representantes da CONER e do SINTESPE, para produzir um relatório técnico que será encaminhado ao Grupo Gestor do governo. A primeira reunião está agendada para o dia 6 de março de 2012, às 15 horas.

Mobilização precisa continuar

O SINTESPE vai manter a mobilização e na próxima quarta-feira (14) volta a Assembleia Legislativa, e tenta num esforço final arrancar o comprometimento dos deputados para buscar uma solução para a situação dos Analistas. Essa será a última semana de votação no legislativo.

Secretaria de Educação

Na quarta-feira, dia 7/12, servidores Analistas Técnicos em Gestão Educacional, vindos de diversas cidades do estado, voltaram a se reencontrar em Florianópolis, em frente a sede da Secretaria de Educação. Uma semana antes uma comissão de servidores esteve em audiência com o Secretário Adjunto da Educação, Eduardo Deschamps.  Na oportunidade foram apresentados os contracheques dos servidores e o projeto do Imetro. O Secretário Deschamps, afirmou que iria insistir junto ao Grupo Gestor, e que também enfatizaria o pedido em reunião que teria com o governador para tratar das negociações e propostas relativas ao piso e tabela do magistério.

Barracas, faixas e cartazes

Pela manhã, os servidores Analistas Técnicos vestidos com camisetas com frase que pedia a gratificação já, acamparam em frente à Secretária de Educação. Com barracas, faixas e cartazes os Analistas chamaram a atenção de quem passou em frente à Secretaria. Um grupo se organizou e ainda pela manhã foram até a Assembleia Legislativa, para tentar conversar com os Deputados.  Os servidores foram informados de que o Secretário estava em viagem e que o adjunto não poderia receber os Analistas.

Servidores vão a Assembleia conversar com os deputados

A tarde, todo o grupo se deslocou até a Assembleia Legislativa. Após conversar com alguns deputados o grupo tentou também conversar com o deputado líder do governo na Assembleia, entretanto a categoria foi apenas recebida por um assessor. Ficou agendada reunião com o deputado para o dia seguinte. Representando o coletivo do estado, cerca de 20 Analistas Técnicos decidiram ficar em Florianópolis, para no dia seguinte voltar á Assembleia Legislativa e ir ao Centro Administrativo do governo.

De volta ao Centro Administrativo do Governo

O líder do governo informou que este ano não será mais possível conceder a gratificação para os Analistas.  Da Assembleia os servidores seguiram para o Centro Administrativo do governo. A intenção era obter uma reunião com o Secretário da Administração, Milton Martini, mas quem recebeu os servidores mais uma vez foi o coordenador da CONER, Décio Bacedo. Mesmo tendo ouvido do deputado líder do governo que para este ano seria impossível obter a gratificação, os Analistas Técnicos em Gestão Educacional, mantiveram a esperança.

Coordenador Executivo assina protocolo de intenções

Décio confirmou a noticia e alegou desconhecer qualquer projeto referente a extensão da gratificação para essa categoria. A informação foi questionada pelos servidores, pois o Secretário da Educação, Eduardo Deschamps, em reunião anterior havia dito que o projeto já era de conhecimento dos gestores do governo do estado.  Mesmo sem ter a resposta esperada os servidores conseguiram arrancar o comprometimento de retorno das negociações para o mês de março, com a assinatura pelo coordenador do CONER de um protocolo de intenções.

 

Confira o protocolo de intenções:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *