Sinte cobra promessa do governo

O fim da greve dos professores da rede estadual, que durou 62 dias, completa um mês hoje. Por causa da data, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte) cobrou do secretário da Educação, Marco Tebaldi, a formação do grupo de trabalho prometido pelo governo.

A coordenadora do Sinte, Alvete Bedin, espera que o grupo sente para conversar até semana que vem. De acordo com ela, já se passou um mês, e nada mais foi falado sobre a comissão, que ficou de discutir o plano de carreira do magistério em até 120 dias. Ela ainda lembrou que a categoria pôs fim à paralisação, em 18 de julho, com a condição de ficarem em estado de greve.

– Se nada for feito, o ano letivo de 2012 corre o risco de nem começar – ressaltou a coordenadora.

Uma nova assembleia estadual dos professores será feita em novembro e pode decidir pelo retorno à greve.

O secretário da Educação garantiu que hoje irá ao Centro Administrativo, conversar com o governador Raimundo Colombo, sobre o assunto.

– O grupo está andando, ainda estamos em agosto. Acredito que é possível já termos uma reunião na próxima semana – afirmou.

Secretaria divulga calendário de reposição

Ontem, a secretaria divulgou datas do calendário escolar de 2011, para a reposição das aulas. O terceiro bimestre deve terminar até 14 de outubro e o quarto até 23 de dezembro. Já nas escolas em que os professores ficaram paralisados por 62 dias, as aulas vão avançar até janeiro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *