Programa do Ministério da Saúde fornece medicamentos gratuitos em mais de 15 mil farmácias

Mais de 68,7 mil pessoas com diabetes e hipertensão tiveram acesso a medicamentos gratuitos em Santa Catarina no mês de junho. Um aumento de 351%, comparando-se com janeiro, quando 15 mil pessoas foram atendidas no Estado.

O aumento se deveu ao programa do Ministério da Saúde, Saúde Não Tem Preço, que fornece medicamentos gratuitos em mais de 15 mil farmácias desde fevereiro. Em todo o país, a quantidade de beneficiados aumentou 168%, passando de 853 mil para 2,3 milhões atendidos no último mês, segundo relatório.

— Os números mostram que o brasileiro está mais e melhor assistido para o tratamento dessas doenças diretamente relacionadas aos novos hábitos de vida da população, que são a diabetes e a hipertensão — disse o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Antes do programa, os medicamentos eram oferecidos com grandes descontos. A hipertensão arterial atinge 23,3% da população adulta brasileira — entre os maiores de 18 anos –, de acordo com o estudo Vigilância de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2010. Em Florianópolis, o percentual de hipertensos é de 20,8% dos adultos. Ainda pelo Vigitel, o diagnóstico de diabetes atinge 6,3% da população brasileira, mesmo percentual da Capital.

Os medicamentos são oferecidos em drogarias da rede privada credenciadas ao Aqui Tem Farmácia Popular. Para receber os produtos, o usuário precisa apresentar CPF, documento com foto e receita médica. Para esclarecer dúvidas, o Ministério Público disponibiliza o Disque-Saúde: 0800-61-1997 e o e-mail [email protected]


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *