MP investiga irregularidades em licitação de empresa responsável por saúde de servidores de SC

O novo plano de saúde do Estado foi apresentado ao público no dia 12 de agosto
O Ministério Público Estadual abriu inquérito civil público para investigar possíveis irregularidades na licitação para contratação da empresa que auxiliará a gestão do novo plano de saúde do Estado.
O promotor Paulo Antonio Locatelli solicitou à Secretaria de Administração um pedido de informações sobre o processo licitatório, sendo que o governo tem prazo de 10 dias úteis para encaminhar uma resposta. O promotor não quis se manifestar sobre quais indícios de irregularidade motivaram a abertura do inquérito.
O secretário de Administração, Milton Martini (PMDB). disse que ainda não havia sido notificado, mas afirmou estar à disposição para fornecer todas as informações solicitadas. Segundo ele, no dia 21 de setembro, foi encaminhada uma cópia de todo processo licitatório para o procurador-geral de Justiça, Lio Marin.
Chamado SC-Saúde, o novo plano de saúde do Estado, foi apresentado ao público no dia 12 de agosto. Na oportunidade, a Secretaria de Administração anunciou a empresa vencedora da licitação, o Consórcio Santa Catarina Saúde, formado pela Federação das Unimeds de Santa Catarina, a Unimed de Joinville e a empresa Saúde Suplementar.
Pelo novo modelo, o governo fará a gestão do plano, sendo que o consórcio vencedor da licitação fornecerá o software do sistema e fará o credenciamento dos profissionais e estabelecimentos que farão o atendimento aos segurados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *