Indícios de direcionamento na licitação do SC Saúde

O SINTESPE está atento as denúncias que envolvem o processo licitatório lançado pela Secretaria de Estado da Administração, que teve como objeto a contratação de empresa para gerenciar o Plano SC Saúde. A licitação está sendo alvo de investigação por parte do Ministério Público. Denúncias essas que dão conta de possível direcionamento licitatório em favor de uma única empresa que foi habilitada a concorrer, e obviamente, foi a vencedora.

A empresa é a Consórcio Santa Catarina, que é formada pela familia (esposa, marido e filhos) de nome Saúde Suplementar Soluções em Gestão de Consultoria e Treinamento e pela empresa Administradora de Benefìcios Ltda – FESC.

Quem é a empresa Saúde Suplementar?

Foi criada a pouco tempo e tem como sócia principal a ex-secretária do atual secretário estadual da Saúde, Dalmo de Oliveira. Em 2011, seus sócios aumentaram em 100% o capital social, com desenquadramento como microempresa, pois não poderia participar na modalidade licitatória de “Concorrência”.

Quem é a empresa FESC?

A empresa FESC, pelos dados fornecidos em site conhecido na Capital, foi formada pela Federação Estadual das Cooperativas Médicas e pela Unimed de Joinville, entidades que já tiveram o atual Secretário da Saúde como presidente.

Por envolver despesas que pode chegar a mais de R$ 300 milhões e aproximadamente 180 mil pessoas conveniadas, o governo Colombo e os gestores do SC Saúde precisam prestar os esclarecimentos de fatos que ligam diretamente agentes públicos que integraram o primeiro escalão do governo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *