Diretoria entrega pauta ao secretário de Administração do Estado

Diretoria entrega pauta ao secretário de Administração do Estado

No mês de junho, a diretoria do SINTESPE se reuniu com o secretário da Administração, Milton Martini, para entregar a pauta de reivindicações da categoria e abrir um canal de negociação sobre a Campanha Salarial Unificada dos servidores públicos do estado.  Na oportunidade a diretoria falou sobre o novo plano de cargos e vencimento, reposição das perdas salariais, fixação de data-base, criação do adicional de graduação a todas as categorias funcionais, aumento do vale-alimentação com compensação aos aposentados.

O secretário disse que um dos grandes problemas do governo é o crescimento vegetativo da folha. A diretoria pediu esclarecimentos sobre o plano de saúde e ouviu do secretário que está em conversa com a Federação das Unimed de Santa Catarina no sentido de garantir ao servidor a manutenção da cobertura dos planos contratados.

O presidente do SINTESPE, Antônio Battisti, pediu atenção também na situação salarial dos servidores do Imetro/SC e da Agesc. Milton anotou a solicitação e disse que vai levar o problema para discussão junto ao governo. O secretário geral do SINTESPE, Mario Antônio da Silva, solicitou cópia do projeto de lei que assegura o pagamento das gratificações aos servidores da Fatma. “O compromisso foi de que nós teríamos o conhecimento do texto do projeto antes de ir para aprovação no plenário da Assembléia”, afirmou.

O secretário avisou que não tinha conhecimento deste comprometimento. Mário pediu também providências sobre a necessidade de regulamentação urgente da Lei 472/09, que garante o enquadramento dos servidores da Secretária da Justiça e Cidadania Para finalizar, o diretor de comunicação do sindicato, Maurino Silva, solicitou atenção ao reajuste dos servidores aposentados por invalidez que não possuem paridade e não recebem o reajuste do RGPG desde janeiro 2011. Segundo a direção do IPREV “só falta o governo liberar”. Está faltanto vontade política deste governo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *