Deputados: viagens para casa com diárias

Os deputados estaduais gastaram R$ 1 milhão em diárias entre abril e julho. Desse total, R$ 635,8 mil foram usados para viagens às bases eleitorais.

Os dados foram coletados pela reportagem do DC no Portal Transparência da Assembleia Legislativa. As diárias de fevereiro e março, quando o site ainda não estava no ar, não estão disponíveis.
Pela internet, o Legislativo informa apenas a quantidade de diárias e a região para onde os deputados foram. Não é possível saber as datas das viagens e os roteiros, mas os próprios parlamentares admitem que utilizam o benefício de quinta-feira à tarde até domingo – de segunda a quinta pela manhã eles estão em Florianópolis para participar das sessões da Assembleia.
Entre abril e julho, 26 deputados usaram mais de 50% do benefício a que têm direito para viajar por cidades de suas bases eleitorais.
Os parlamentares são obrigados a prestar contas para a Coordenadoria de Orçamento da Assembleia, mas esses dados não estão disponíveis aos internautas. A reportagem pediu para ter acesso às informações, mas não foi autorizada pelo presidente Gelson Merisio.
Em reportagem publicada em 5 de abril, pouco dias depois de o Portal Transparência entrar no ar, Merisio prometia que os relatórios de viagem seriam publicados assim que fossem apresentados pelos deputados. Os comentários nos bastidores da AL foram de que a disponibilização dos gastos parlamentares na internet não teria sido bem vista internamente.
No início de maio, o presidente da ONG Transparência Brasil, Cláudio Abramo, fez uma avaliação do site da Assembleia e apontou o problema das informações incompletas e a impressão que fica de que os parlamentares usam diárias para ir para casa. De acordo com a assessoria da AL, existe uma comissão trabalhando no aprimoramento do portal, e o acesso aos roteiros dos parlamentares que solicitaram o benefício deve ser um dos próximos passos. Não há prazo para que os relatórios sejam disponibilizados, mas a previsão é de que até o final deste ano eles estejam no ar.
Presidente diz que a questão é “subjetiva”
O presidente da Casa foi quem menos utilizou diárias. Entre abril e julho, ele pediu duas, ambas para ir a Brasília. Merisio afirma que tem viajado pouco por causas das atividades administrativas da AL.
Seu principal destino é Chapecó, mas, como tem casa na cidade, diz que prefere não pedir o benefício. Perguntado sobre o fato de a maioria dos deputados usarem diárias para viajar para suas próprias bases, Merisio avalia que é uma questão muito “subjetiva”.
– É uma avaliação que não posso fazer. A casa do parlamentar é aqui em Florianópolis, onde ele passa metade da semana, ou na sua base? – questiona Merisio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *