Décio Lima firma compromisso com os servidores e com o serviço público

Décio Lima firma compromisso com os servidores e com o serviço público

Documento contém 18 pontos de grande importância para a valorização e dignidade dos servidores públicos estaduais

 

Blumenau – A presidenta do SINTESPE, Marlete Aparecida Gonzaga, entregou ao candidato ao governo do Estado, Décio Lima, a Carta Compromisso aos Candidatos de Santa Catarina, elaborada pelo SINTESPE e que contém as principais reivindicações dos categoria. O documento foi entregue na noite de segunda-feira, dia 26, durante encontro realizado na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Blumenau entre representantes da classe trabalhadora de Santa Catarina, do candidato Décio Lima e candidatos a deputado federal e estadual do PT e PSol. Estiveram com Marlete os diretores do SINTESPE Tânia Regiane Espíndola, do Núcleo Base de Blumenau, e Antônio Carlos Ribeiro, do Núcleo Base de Brusque.

A Carta Compromisso aos Candidatos de Santa Catarina expõe, de forma clara e inequívoca, o que os políticos devem e precisam fazer para melhorar a vida de classe trabalhadora e de toda a sociedade. Nos últimos anos houve um retrocesso violento em todas as esferas e quem mais tem sofrido é o trabalhador e o movimento sindical. Houve piora na qualidade de vida de todas as categorias. A fome está castigando cerce de 33 milhões de brasileiros e somente aqui em Santa Catarina esse número chega a 900 mil famílias.

Os servidores aposentados e pensionistas do Estado sofrem um confisco de 14% em seus salários, todos os meses, o que tem levado muitas pessoas a terem de optar entre comprar comida ou remédio. O documento reivindica o cancelamento urgente e imediato do confisco, com a volta da isenção para aposentados e pensionistas segundo as regras da previdência federal. Cita ainda a necessidade de um novo Plano de Cargos e Carreira com equiparação das gratificações e valorização da carreira dos servidores públicos do Estado. “Temos servidores na mesma função cujos salários têm diferença de 4 mil reais. Isso é um absurdo”, denunciou a presidenta da Sintespe ao entregar a Carta ao candidato ao governo, Décio Lima.

Estão na Carta Compromisso o diálogo constante com as entidades representativas dos servidores e mesa de negociação efetiva e permanente, respeito e cumprimento da Lei 15.695 que instituiu a data-base, anistia aos servidores do Imetro de descontos dos dias de greve, em 2014; combate ao assédio moral no serviço público, reajuste do auxílio alimentação, contagem do tempo de serviço no período da pandemia para concessão de todos os direitos legais, entre outros pontos.

Além de representantes da Construção e do Mobiliário, também estiveram no encontro dirigentes sindicais dos Metalúrgicos, Fiação e Tecelagem, dos Bancários, Servidores Públicos Municipais, todos de Blumenau, além dos servidores de Timbó, Indaial, o Sinte Regional, Metalúrgicos de Timbó, Vestuário de Pomerode. Na Carta está o pedido de apoio pela revogação das contrarreformas trabalhista e previdenciária e da Emenda do teto de gastos, a luta contra a PEC 32 (contrarreforma administrativa), defesa de concurso público e contra as privatizações, temas gerais da classe trabalhadora e específicos dos servidores estaduais.

Veja a íntegra da Carta