Catarinenses pedem o “Fora Temer”

Mais um ato contra o golpe foi realizado em Florianópolis, chamado e organizado pela Frente Brasil Popular em parceria com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), movimentos sociais e sindicais, nesta terça-feira, dia 9 de agosto, em frente ao Ticen em Florianópolis. A mobilização teve como combustível a votação que aconteceu no Senado, na madrugada desta quarta-feira (10), que aprovou por 59 votos a 21 a tornar a presidenta eleita ré no processo.

O ato contou com a presença da juventude, que soltaram palavras de ordem pedindo a saída do presidente ilegítimo, além de serem contra a entrega do pré-sal, a precarização do trabalho e a retirada de direitos dos trabalhadores, que vem sofrendo golpes diariamente numa pauta conservadora. Um novo ato foi agendado para o próximo dia 16, na próxima terça-feira.

De acordo com a organização, cerca de mil pessoas estiveram no local, em sua maioria, líderes sindicais, partidários e jovens militantes dos partidos de esquerda. A presidenta da CUT-SC, Anna Julia Rodrigues disse que a presença da juventude nas ruas tem dado um fôlego para a luta contra o golpe no estado. “Nós não vamos sair das ruas, enquanto não retomarmos a democracia! Vamos reagir a cada tentativa de retirada de direitos duramente conquistados”, disse.

O próximo ato, que está agendado para o dia 16, terá a concentração em frente ao Centro Integrado de Cultura (CIC), na Agronômica, em Florianópolis, às 13h, o objetivo é sair em caminhada de lá.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *