27/02/2014

Desde o dia 16 de Dezembro de 2013 uma ocupação de terras, no Norte da Ilha de Santa Catarina, por trabalhadores denuncia a grilagem de 900 hectares feita por ex-agentes do Estado na época da Ditadura Civil-Militar no Brasil e coloca a necessidade da Reforma Agária Popular. A Ocupação “Amarildo de Souza” é um exemplo de organização e de uso da terra para o bem social. No vídeo abaixo, um dos coordenadores da Ocupação fala da experiência e pede apoio no Poder Legislativo para a manutenção da Ocupação.

A realização de uma Audiência Pública no Poder Legislativo de SCestá sendo agendada para debater a questão.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *