2014 vai começar com novos reajustes em SC e no país

2014 vai começar com novos reajustes em SC e no país

Passada a euforia das compras de Natal, o catarinense deve ficar atento aos reajustes de impostos e serviços que passam a valer em 2014. Como é comum os gastos extras no período, a sugestão, antes de qualquer coisa, é colocar os pagamentos para o ano que vem no papel.

Entre os maiores reajustes do início do ano em SC, estão o IPTU para Florianópolis, com aumento médio de 25,51%, e as escolas particulares, com mensalidades até 12% mais caras — ambos acima da inflação, que deve encerrar o ano em 5,82%, de acordo com o Banco Central.

Com os aumentos à vista, Buss sugere uma consulta ao histórico de contas pagas — principalmente o de mensalidades escolares — ao longo de 2013 para identificar os novos reajustes e a forma mais vantajosa para pagá-las em 2014.

— Se os impostos têm desconto maior do que a inflação esperada para o período, vale mais a pena pagá-lo de uma vez só. Caso contrário, o parcelamento é a melhor opção, ainda mais se o contribuinte não tiver dinheiro suficiente para todas as contas — alerta o educador financeiro.

Durante o balanço dos gastos para o ano que vem é necessário considerar os gastos mais próximos, que costumam ser maiores no final do ano. Buss lembra que a cesta básica tem aumento significativo nos preços, especialmente no Litoral de SC. Além disso, as contas da casa são maiores pelo excesso de uso dos refrigeradores e de água, devido ao calor.

Imposto de renda
A partir de janeiro, entra em vigor a última correção automática da tabela. O aumento nas faixas de cobrança será de 4,5%, contra uma inflação de 5,85% em 2013. As novas faixas do IR já serão deduzidas na folha de pagamento em 2014 e valerão para a declaração do IR de 2015. Pela nova tabela, passam a ser dispensados do pagamento do imposto os empregados que recebem até R$ 1.787,77. Atualmente, o tributo não é cobrado de quem ganha até R$ 1.710,78.

IPTU
Para 2014, a prefeitura de Florianópolis estima um reajuste médio de 25,51% no Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Com a implantação do IPTU Social no município, 57 mil residências terão a redução do imposto, com preço de R$ 20 ao ano, no máximo.
Outros 171 mil contribuintes terão aumento médio de 35%. Já os cerca de 90 mil, que pagam o imposto pelas áreas comerciais, sofrerão aumento médio de 36%. Os valores estarão no site da prefeitura a partir do dia 5.

IPVA
O valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para 2014 ficará em média 3,8% mais barato em Santa Catarina. Definidas de acordo com o modelo do veículo, as alíquotas do imposto variam entre 1% — percentual para motos, triciclos e veículos de transporte de cargas — e 2% para os veículos de passeio e utilitários. Em 2014, o IPVA mais caro cobrado em SC será o de uma Ferrari F12 Berlinetta,R$ 51.621,28, e o mais barato será de uma moto de 1985: R$ 1,48.

Educação
Nas maiores escolas (em número de alunos) particulares de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville e Lages, o reajuste para o ano que vem fica entre 6% e 12%, segundo apurou o DC em novembro. O maior reajuste foi no Colégio Castelo, de Blumenau. O presidente do Sindicato das Escolas Particulares de SC (Sinepe), Marcelo Batista de Souza, disse que os reajustes de cada escola variam de acordo com a previsão de investimento para o ano seguinte, que incluem mudanças nos serviços e outros custos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *