Medidas de prevenção ao coronavírus e na defesa dos trabalhadores

Medidas de prevenção ao coronavírus e na defesa dos trabalhadores

O SINTESPE acompanha a orientação da Central Única dos Trabalhadores de SC, bem como das organizações que estão preocupadas com a vida do povo, adotando a seguintes medidas:

  1. Suspender as atividades presenciais na sede Central do SINTESPE e das 4 regionais, a partir desta quarta-feira (18), considerando a rápida expansão do Coronavírus.
  2. Garantir um Plantão de contato e atendimento permanente com os servidores e servidoras por meio do da Central do SINTESPE (48)3223-6097, pelo WhatsApp (48) 99833-3355, e-mail sintespe@sintespe.org br e mídias sociais.
  3. Manter em alerta os dirigentes sindicais que integram o Conselho de Representantes, com vistas a exigir que o governo do Estado suspenda os expedientes dos Órgãos Públicos, bem como assegure total segurança aos profissionais que atuam no combate a pandemia nas Regionais e Unidades/Hospitais de Saúde, bem como a garantia do transporte necessário para o exercício das suas atividades.

Ao mesmo tempo a Direção do SINTESPE se junta ao conjunto da entidades comprometidas com a defesa dos serviços públicos, na luta pela  a revogação imediata da Emenda Constitucional (EC) 95/2016, conhecida por Teto dos Gastos, que congelou por 20 anos investimentos público, bem como contra a aprovação da Reforma da Previdência que tramita na ALESC.

A Emenda 95 já produziu  R$ 20 bilhões a menos nos recursos disponibilizados para a Saúde Pública do Brasil, que fazem muita falta, principalmente agora, diante de uma pandemia mundial. É urgente que a emenda seja declarada inconstitucional pelo STF e revogada pelo Congresso Nacional,  clama o Conselho Nacional da Saúde em nota divulgada nessa semana.

Vivemos um momento emergencial na saúde mundial e de revolta frente à negligência do governo Bolsonaro para combater a pandemia que se alastra pelo país. Hoje está claro para a população o quanto é importante a existência de unidade de saúde pública em cada canto desse país e mais investimentos em pesquisas, laboratórios e na produção pública de medicamentos para as camadas populares, na epidemiologia, vigilância sanitária que reúnem os serviços públicos no Três Níveis.

Temos um papel fundamental neste momento de cobrar dos patrões e dos governos federal, estadual e municipal medidas urgentes de proteção aos trabalhadores e trabalhadoras e de fortalecimento dos serviços públicos, sem desmontes e sem privatizações.

  • Revogação da Emenda Constitucional 95 (PEC da Morte)

  • Não às Privaticações

 

Direção do SINTESPE