Twitter @SintespeCanal no YoutubeFacebook Sintespe
RSS  
Abrir Anúncio
abrir anúncio
Santa Catarina
Ada de Luca e SJC na mira da Operação República Velha
24 NOVEMBRO 2017

A Polícia Federal deu início na manhã desta sexta-feira a ações da operação República Velha, que investiga falsa prestação de contas, caixa  2, corrupção e formação de quadrilha na eleição da deputada Ada de Luca em 2014. As informações vieram através de nota da Polícia Federal e também foram publicadas na coluna de Moacir Pereira, na versão online do Diário Catarinense e na página do Facebook do colunista.

A operação, que envolve 44 policiais, teve início no Sul de estado e está previsto o cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão nas cidades de Florianópolis, Criciúma, Içara e Morro da Fumaça/SC.

Até o fechamento deste texto, os policiais realizaram busca e apreensão na Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (SJC), atual local de trabalho de Ada de Luca (PMDB) e de onde foi levado um computador e documentos da secretaria. Mandado semelhante foi cumprido na residência da mesma, localizada na Beira Mar Norte de Florianópolis.

As investigações começaram em janeiro deste ano quando começaram a aparecer os indícios de que o grupo formado pela secretaria teria aliciado eleitores oferecendo dinheiro e/ou vantagens.

Investigação do grupo político de Ada de Luca

Entre os delitos eleitorais investigados está a falsa prestação de contas à Justiça Eleitoral (“caixa 2”), corrupção eleitoral e formação de quadrilha, que teriam sido cometidos no decorrer da campanha eleitoral de 2014 por um grupo de coordenadores de campanha, cabos eleitorais e apoiadores, além da deputada.

Foram realizadas operações no gabinete do vereador Toninho da Embralit, que integra esquema político da deputada do PMDB em Criciuma; do presidente da Cooperativa de Morro da Fumaça, Ricardo Bittencourt e de um Secretário Municipal de Içara. Os policiais também cumpriram mandados em um edifício residencial no Centro de Içara e na Cooperativa Fumacense de Eletricidade (Cermoful), em Morro da Fumaça. Em Criciúma, foram ao prédio onde está a Câmara de Vereadores.

Contraponto

Segundo a coluna de Moacir Pereira, o presidente do Diretório Estadual do PMDB, deputado Mauro Mariani, encontra-se em Araranguá e está se deslocando para Criciuma, onde participará de eventos do partido durante todo o dia. O governador Raimundo Colombo não foi informado da operação policial, segundo informou o Diretor de Imprensa, jornalista Cláudio Thomas. O telefone da Secretária Ada de Luca está fora da área. O celular do secretário adjunto Leandro Lima toca, mas ninguém atende. A assessora de imprensa Denise Lacerda, também nada responde. Na Secretaria de Justiça os funcionários do gabinete não tem nenhuma informação. Nem Ada e nem Leandro estiveram na secretaria até o fechamento deste texto.
 

 

Fonte: Coluna do Moacir Pereira




Mais Notícias em Santa Catarina:


jurídico

SINTESPE ajuizará ação para garantir cumprimento da data-base
Servidores do Imetro/SC aguardam decisões processuais
Processos judiciais beneficiam 4 mil

Boletim Eletrônico
Digite seu e-mail para receber nossos informativos
Mensagens SMS
Informe seu número de celular com DDD

Curso Formação de Base
Imposto Sindical - RESTITUIÇÃO 2016
Álbum de Fotos

Campanha de Filiação
Blog Campanha em Defesa do SINTESPE
sobe
 

Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Estadual de SC

Praça Olívio Amorim, 82 - Centro - Florianópolis - SC / CEP 88020-090
Fone / Fax: (48) 3223 6097
tecnologia designed by: tecnologia